Publicidade

Scouts de Corinthians 2 x 1 Catanduvense

Olá Cartoleiros!

O CARTOLAFCDICAS.COM mostrou ao vivo os scouts de Corinthians 2 x 1 Catanduvense pelo Campeonato Paulista 2012.



A bruxa, mascote do Catanduvense, bem que tentou aprontar no Pacaembu nesta quarta-feira. Mas ela não contava com a raça corintiana em sair de situações dramáticas. Em uma atuação irregular, com pênalti perdido e outras três bolas na trave, o Timão suou para virar a partida para 2 a 1 no segundo tempo, mantendo a invencibilidade e a boa vantagem na liderança do Campeonato Paulista. Os dois gols da equipe de Tite saíram nos últimos 11 minutos de partida.

Parecia não ser a noite alvinegra. Depois de dominar tranquilamente o primeiro tempo, a equipe dirigida por Tite se abateu com a penalidade desperdiçada por Alex e conseguiu enrolar uma partida que, teoricamente, seria mais tranquila pelo momento ruim do adversário. Dairo colocou os visitantes em vantagem - o gol, porém, foi dado para Alessandro, contra. Mas Paulinho, aos 35, e Danilo, aos 46, garantiram o dramático triunfo alvinegro.

O resultado evita que embole a briga pela liderança do estadual. O Timão sobe para os 29 pontos e praticamente está classificado para a segunda fase do estadual. O rival Palmeiras, que bateu o Linense, é o segundo colocado, com 25. No domingo, o Alvinegro faz o clássico contra o Santos, que ocupa o terceiro lugar, na Vila Belmiro, às 16h (de Brasília).

O Catanduvense, por sua vez, se complica na luta contra o rebaixamento. O time acumula o terceiro resultado negativo consecutivo e permanece entre os quatro piores, com apenas sete pontos. No sábado, pega a Portuguesa, às 18h30m, no Canindé.

Ah, Alex...

A superioridade técnica deu facilmente ao Corinthians o controle do jogo. Sem conseguir segurar a bola no ataque, o Grêmio Catanduvense foi encurralado em seu campo nos primeiros minutos. Com espaços e toques rápidos, o Timão envolveu o adversário, chegou com facilidade ao ataque, mas não conseguiu marcar. O setor ofensivo, grande problema de Tite nesta temporada, não funcionou novamente.

Liedson e Willian se movimentaram bastante na frente e abriram caminho para os laterais chegarem a todo momento na área rival. Primeiro, Alessandro perdeu boa chance depois de ótima tabela com Danilo e Alex. Logo em seguida, foi a vez de Fábio Santos receber do Levezinho e chutar errado. Anderson Paim salvou.

O ritmo corintiano caiu a partir dos 25 minutos. Mesmo assim, a superioridade continuou. A grande chance veio aos 32. O árbitro Rodrigo Braghetto marcou pênalti depois que Ednei interceptou com um dos braços uma tabela entre Liedson e Fábio Santos. Alex cobrou no canto direito, mas o árbitro mandou repetir pela invasão de Chicão. Na segunda cobrança, o meia trocou o lado e acertou a trave. Veja a galeria de imagens do jogo.

Apesar da falha, o Timão manteve a pressão. Mais uma vez, faltou força para mandar a bola para a rede. Alex criou o melhor lance, driblando dois e batendo com desvio. A ansiedade para abrir o placar fez o Corinthians abrir a defesa e quase ser surpreendido duas vezes perto do apito final. Luis Mário desperdiçou grande oportunidade cara a cara com Julio Cesar. Minutos depois, Alex Willian bateu forte, raspando a trave alvinegra.

Timão leva susto, mas vira o jogo

A conversa de Tite no intervalo de nada adiantou para fazer o Corinthians evoluir. Pior, o Catanduvense se acertou, passou a sair com mais frequência da defesa e fez o Timão se complicar. Samuel perdeu um gol feito ao cabecear para fora na pequena área. Pouco tempo depois, Julio Cesar salvou em falta batida por Anderson Paim e, no rebote, ainda pegou o chute de Dairo.

O Corinthians só acordou num lance de bola parada. Paulinho carimbou a trave após falta cobrada por Alex. No contra-ataque, aos oito minutos, veio a resposta dos visitantes. Depois de confusão na área, Dairo chutou fraco de virada, a bola bateu em Alessandro, desviou na trave e entrou.

Tite recebeu vaias quando tirou Willian para colocar Elton, deixando o time com dois centroavantes fixos na área. A mudança pouco mudou o comportamento alvinegro no gramado. Apesar de chegar frequentemente ao ataque, o Timão fracassou no último passe e nas finalizações. A possibilidade de empatar apareceu, de novo, em bolas paradas. Chicão, de falta, acertou a trave.

Sem perceber uma grande evolução, o comandante alvinegro arriscou tudo: sacou Alessandro para colocar Douglas, e tirou Alex para a entrada de Gilsinho. Se não deu na técnica, o empate veio na vontade. Após escanteio, Liedson carimbou o travessão. No rebote, em tumulto na área, a bola sobrou para Paulinho empurrar para as redes.

Nos minutos finais, as vaias da torcida se transformaram em incentivo. Aos 48, a virada. Danilo pegou a sobra de uma bola cruzada pela direita e chutou de primera, certeiro, no canto direito do goleiro. Explosão alvinegra! De alívio e alegria.

Fonte : Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade