Publicidade

Scouts de Cruzeiro 2 x 1 América-MG

Olá Cartoleiros!


O CARTOLAFCDICAS.COM  mostrou ao vivo os Scouts de Cruzeiro 2 x 1 América-MG, pelo Campeonato Mineiro 2012.
Numa partida repleta de bons lances, chances de gol e emoção, o Cruzeiro conseguiu sua oitava vitória consecutiva na temporada, a sétima pelo Campeonato Mineiro, e garantiu vaga para as semifinais. Fez 2 a 1 no América-MG, de virada, e segue colado no Atlético-MG na tabela de classificação. O Coelho, com gol de Alessandro, saiu na frente do placar. Anselmo Ramon, ainda no primeiro tempo, empatou. O tento que garantiu a vitória saiu dos pés de Walter, aos 26 do segundo tempo.

O público do clássico foi bom, principalmente se comparado aos das partidas anteriores do Cruzeiro, mandante do jogo: 10.337 torcedores acompanharam a partida, com renda de R$ 174.822,50.
Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 21 pontos e, isolado, se mantém na vice-liderança do Estadual. O América-MG, com a derrota, vem logo atrás, em terceiro lugar, com 18 pontos.
Na próxima rodada, o Cruzeiro vai a Varginha, onde enfrenta o Boa Esporte, sábado, às 17h (de Brasília), no Melão. O América-MG volta a jogar quarta-feira, às 22h, quando recebe o Tupi, na Arena do Jacaré.
Disposição
O início do clássico foi muito movimentado. O Cruzeiro tomou a iniciativa do jogo, partindo para cima do América-MG com ímpeto e muita disposição. Ao Coelho, restava ficar encolhido no campo de defesa, buscando dar o troco em jogadas de contragolpe.
Montillo estava inspirado, buscando o jogo e se movimentando muito. O trio ofensivo azul também tinha papel importante, já que Anselmo Ramon, Wellington Paulista e Wallyson alternavam o posicionamento, confundindo o sistema defensivo americano.
O América-MG tinha em Luciano o principal homem pensante, e era dos pés do meia que saiam as principais jogadas do Coelho. Numa falta sofrida por ele, o América-MG abriu o placar. Rodrigo Heffner chutou duas vezes até que a bola parou nos pés de Alessandro, que, aos 20 minutos, livre de marcação, só teve o trabalho de desviar de Fábio.
O gol americano não chegou a abalar o Cruzeiro, que manteve sua postura ofensiva. O que mudou foi o comportamento dos jogadores do América-MG, que à frente no placar, cresceram em campo, fazendo com que o time azul tivesse muitas dificuldades em penetrar na área do Coelho.
A partida ficou muito boa de ver, já que o Cruzeiro se lançou para o ataque e o América-MG ficou com muitos espaços para contra-atacar. Em um lance incrível, após boa defesa de Neneca, Luciano partiu com a bola dominada e perdeu chance clara frente a frente com Fábio.
Porém, de tanto martelar, o Cruzeiro chegou ao empate, aos 40 minutos. Após boa jogada de Wallyson, Anselmo Ramon recebeu na área, girou e bateu, sem chances para Neneca.
O primeiro tempo terminou com o 1 a 1 no placar, num jogo repleto de alternativas, movimentação e lances de perigo.
Virada cruzeirense
Os movimentos iniciais do segundo tempo deram a impressão de que a boa qualidade da primeira etapa seria mantida. Esta impressão não foi confirmada com o andamento do jogo. O Cruzeiro voltou em cima do América-MG, que manteve a postura inicial, de esperar o adversário em seu campo, tentando dar o troco em velocidade.
Vendo seu time acuado em campo, Givanildo Oliveira mexeu no América-MG, mandando o volante China para o lugar de Luciano, que já não mostrava o mesmo fôlego do começo da partida. Vágner Mancini também fez uma mudança, ao tirar WP9, que recebeu cartão amarelo, e colocar Walter.
A chuva forte foi outro fator para deixar a partida mais lenta. Depois dos 20 minutos, o América-MG passou a sair mais para o jogo, tentando chutes de longe e cruzando muitas bolas na área. Com o contra-ataque a seu favor, o que não tinha acontecido até então, o Cruzeiro conseguiu a virada. Elber, que havia acabado de entrar, deu lindo passe para Walter, que invadiu a área e bateu no canto direito de Neneca, para deixar a Raposa na frente.
Em vantagem no placar, o Cruzeiro voltou a ter as rédeas do jogo. O garoto Elber, que entrou muito bem, passou a dividir com Montillo a responsabilidade da armação das jogadas, o que deixou a Raposa mais perigosa.
O América-MG continuou valente em campo, lutando pelo gol de empate até os minutos finais. Mas Fábio, mais uma vez seguro, evitou que o empate acontecesse, garantindo mais três pontos para o Cruzeiro, que
continua vendo o rival Atlético-MG bem de perto na classificação.

Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade