Publicidade

Scouts de América-MG 3 x 2 Cruzeiro

Olá Cartoleiros!

CARTOLAFCDICAS mostrou ao vivo os Scouts de América-MG 3 x 2 Cruzeiro, jogo válido pelo Campeonato Mineiro.
Scouters: Caike e Bruno Teams
O América-MG conquistou sua centésima vitória sobre o Cruzeiro na história, justamente no mês em que completa 100 anos, e saiu na frente do rival na luta por uma vaga nas semifinais do Campeonato Mineiro. Mas a vitória acabou com gosto um pouco amargo, já que o time abriu 3 a 0 com certa facilidade, mas nos minutos finais permitiu a reação do rival, que marcou dois gols e segue vivo na disputa. Os gols do jogo foram marcados por Gabriel, Rodriguinho e Alessandro, contra um de Bobô e outro de Roger. No próximo domingo, às 16h (de Brasília), novamente na Arena do Jacaré, o Coelho joga pelo empate. Uma vitória simples por um gol de diferença dá a vaga ao Cruzeiro.

O jogo foi muito bom, muito disputado e com vários lances onde a boa técnica dos dois times prevaleceu. O primeiro tempo foi equilibrado, mas o Coelho conseguiu terminar na frente. Na segunda etapa, porém, o time americano deslanchou na partida, marcou mais duas vezes e ainda perdeu um pênalti. Quando a fatura parecia estar liquidada, os comandados de Vágner Mancini reagiram e fizeram dois gols que os mantêm vivos na disputa.

Velocidade e bom futebol

O jogo começou num ritmo alucinante, com os dois times jogando em alta velocidade, buscando o gol e fazendo o melhor jogo do Campeonato Mineiro até então.

O Cruzeiro parecia não ter sentido a falta do craque do time, o argentino Montillo. Seu substituto Elber não sentiu a responsabilidade e comandou as ações ofensivas da equipe. Os dois atacantes, Anselmo Ramon e Walter, criavam alternativas para os meias e chegavam às laterais do campo para tabelar com os laterais.

No América-MG, o destaque era Moisés. O volante conseguia boas arrancadas e excelentes jogadas de aproximação com Alessandro e Fábio Júnior. Rodriguinho também estava bem na partida, usando sua habilidade para achar espaços na defesa do Cruzeiro.

O primeiro gol de um jogo repleto de alternativas saiu numa jogada de bola parada. E foi do América-MG. O lateral Pará lançou na área, a zaga do Cruzeiro cochilou e Gabriel apareceu sozinho, cara a cara com Fábio, para empurrar a bola para as redes, de cabeça.

Atrás no placar, o Cruzeiro continuou atacando e criando boas chances, principalmente com a disposição de Anselmo Ramon. O América-MG, agora tendo o contra-ataque a favor, seguia perigoso. Assim sendo, o jogo continuou bem jogado e muito interessante para a torcida.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Cruzeiro montou uma grande blitz pra cima do América-MG, com boas jogadas de Roger, Everton e Walter, mas a vitória parcial do Coelho seguiu com o time para o vestiário.

Passeio parado por reação

O América-MG voltou para o segundo tempo como um rolo compressor. A bola mal rolou e o Coelho ampliou o placar. Rodriguinho ganhou dividida de Victorino e da entrada da área soltou a bomba, sem chances de defesa para Fábio, fazendo 2 a 0, aos 30 segundos.

Antes que o relógio marcasse sete minutos da etapa final, o América-MG perdeu duas chances claras para ampliar. Aos cinco, Fábio defendeu pênalti cobrado por Fábio Júnior, e dois minutos depois, Alessandro carimbou a trave do Cruzeiro, num lance em que o goleiro da Raposa já estava batido.

Vendo que seu time era completamente dominado em campo, Vágner Mancini mandou Amaral e Fábio Lopes para o jogo, tirando Marcos e Walter. O Cruzeiro passou a dominar o jogo territorialmente, mas o compacto sistema defensivo do América-MG não permitia que a Raposa criasse chances concretas de gol.

Com isso, o América-MG foi, aos poucos, saindo do campo de defesa e criando perigosos contragolpes. Foi assim que saiu o terceiro gol. Bruno Meneghel avançou pela ponta esquerda e cruzou para Alessandro desviar, de cabeça, de frente com o goleiro Fábio.

A torcida americana fazia a festa na Arena do Jacaré, comemorando uma vitória justa e emblemática, no ano em que comemora 100 anos. Mas a festa parece ter contagiado o rival, que nos minutos finais conseguiu reagir.

Primeiro, Roger resolveu arriscar de fora da área. Neneca deu rebote num chute que parecia defensável, e Bobô, que havia acabado entrar completou para as redes. De forma tímida, a festa passava para o lado azul do estádio. E se um gol já deixava o duelo em aberto, Roger tratou de colocar mais lenha na fogueira. Após cruzamento da esquerda, a defesa do Coelho não conseguiu afastar, Roger dominou, limpou seu campo de visão e bateu forte para vencer o goleiro: 3 a 2 e expectativa de um grande jogo no próximo domingo. Vitória por um gol de diferença da a vaga ao time azul, enquanto o empate serve para os americanos.

Fonte: Globoesporte.com

18 comentários:

  1. Esse jogo foi deprimente, o cuzeiro tem um grande time e eu acava que ganharia o mineirão, espero que melhore.

    ResponderExcluir
  2. que pena que o américa-mg foi rebaixado mitei muito ano passado com o kempes ganho do cruzeiro em!

    ResponderExcluir
  3. parbéns pelos scouts Caike e Bruno Teams ficou da hora

    ResponderExcluir
  4. destaques dessa partida = roger bodô e rodriguinho

    ResponderExcluir
  5. A surpresa da rodada no Campeonato Mineiro!

    ResponderExcluir
  6. Esse ano o cruzeiro vem se mostrando muito igual o do ano passado, sem força !!

    ResponderExcluir
  7. Esse equipe do Cruzeiro nao me demonstra segurança

    ResponderExcluir
  8. Tem jogadores bons individualmente, mas nao vejo um bom time coletivo o do Cruzeiro.

    ResponderExcluir
  9. e quase o América MG liquida a fatura no primeiro jogo, cruzeiro diminuiu e deixou o confronto em aberto.

    ResponderExcluir
  10. Sim gates, o cruzeiro é bom no individual, mas precisa melhorar o coletivo.

    ResponderExcluir
  11. Montillo precisa voltar a jogar como jogou no ano passado, ele era um monstro, fazia tudo, exelento jogador.

    ResponderExcluir
  12. Caike e teams, essa dupla nos scouts é infalivel, so não é melhor do que eu e caike.

    ResponderExcluir
  13. Montillo é um excelente jogador, mas se ele jogar sozinho na equipe do Cruzeiro, o Cruzeiro vai ser ameaçado de cair pra Série B de novo.

    ResponderExcluir
  14. Tem que contratar um bom técnico, que dê um coletivo pra esse time do Cruzeiro.

    ResponderExcluir
  15. Fazer de exemplo o que o Santos tá fazendo, Santos fez um time bom coletivo, e tem Neymar pra desiquilibrar, Cruzeiro precisa fazer o mesmo, não comparando Montillo com Neymar, mas Montillo com um time "Certinho" pode render muito mas do que está rendendo.

    ResponderExcluir
  16. Sim gates, montillo não pode jogar sozinho, se não ele não vai mitar.

    ResponderExcluir
  17. Sim, os santos esta fazendo um otimo trabalho, grande merito pro santos.

    ResponderExcluir

Publicidade