Publicidade

Scouts de Ituano 2 x 4 São Paulo


Olá Cartoleiros!

O CARTOLAFCDICAS.COM mostrou ao vivo os Scouts de Ituano 2 x 4 São Paulo, pelo Campeonato Paulista 2012.
 
 
A torcida são-paulina, maioria no estádio Novelli Júnior, em Itu, neste domingo, ao ver o Tricolor indo para o intervalo perdendo para o Ituano por 2 a 0, deve ter pensado: “Mas o Leão não disse que em abril o São Paulo estaria pronto?”. A desconfiança foi precipitada. A resposta apareceu no segundo tempo. Com uma alteração, o técnico mudou a cara do jogo, o Tricolor virou para 4 a 2 e retomou a liderança do Campeonato Paulista.

Se o primeiro tempo foi ruim, o segundo valeu o ingresso, pelo menos para a maioria dos 10.521 torcedores que compareceram ao estádio. Com dois gols de cabeça de Rhodolfo e dois chutaços de fora da área – um de Lucas e um de Willian José – o Tricolor virou e conquistou mais uma vitória. O jogo é o 12º de invencibilidade. Neste ano, o time perdeu apenas uma vez, para o Corinthians, pelo Campeonato Paulista.

O resultado deixa o São Paulo na ponta do estadual, com 40 pontos. Mesmo número que o Timão, que perde no saldo de gols – 20 a 15. Já o Ituano segue com 19 pontos e não tem mais chances de se classificar para a próxima fase da competição.

No próximo sábado o Tricolor encara o Mogi Mirim, na Arena Barueri, pela penúltima rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista. No fim de semana seguinte o time fecha a participação contra o Linense, fora de casa. Entre as duas partidas, o primeiro compromisso pela segunda fase da Copa do Brasil. Dia 11, quarta-feira, o São Paulo viaja para encarar o Bahia de Feira de Santana, na Bahia. Se conseguir vencer por dois ou mais gols de diferença elimina a partida de volta, programada para quinta-feira, dia 19, no Morumbi.

Já o Ituano encerra a sua participação no Paulistão contra Mirassol, sábado, em casa, e diante do Oeste, no domingo seguinte, fora de casa.

Tricolor diferente e Ituano na frente

Leão iniciou a partida com uma escalação diferente da que vinha usando. No lugar do armador Jadson, que ainda não conseguiu emplacar no Tricolor, entrou Fernandinho, salvador da pátria no jogo do meio de semana – atacante marcou um e participou do outro na vitória por 2 a 0 contra o Catanduvense. Fabrício, recuperado de lesão, assumiu o posto antes ocupado por Casemiro. Assim, o Tricolor ficou com Willian José mais enfiado com Fernandinho e Lucas abertos pelas pontas. Cícero ficou responsável por armar o meio de campo.

Do outro lado, o técnico Roberto Fonseca lançou mão de um jogador de meio para entrar em campo com três zagueiros – Thago Gomes, Anderson Salles e Vitor Hugo.
Como o São Paulo se mandou para o ataque no início, o Galo tentou se aproveitar dos contra-ataques. Os atletas do time do interior jogaram em cima da falta de ritmo de Fabrício, que errou passes e não conseguiu acompanhar os adversários.

Em uma falta gerada após um desses contragolpes, Anderson Salles abriu o placar para o Ituano. Aos 8 minutos, o zagueiro bateu de longe, pela esquerda. Denis se atrapalhou com o quique da bola e deixou entrar. Este foi o décimo gol de falta do marcador do Galo.

Após o gol do Ituano, o jogo continuou igual, com o São Paulo tentando se aproveitar da velocidade de Lucas e Fernandinho . O problema foi nenhum dos dois conseguia levar vantagem sobre o Ituano. Com três zagueiros, os laterais e mais dois volantes recuados, o time de Itu congestionou a entrada de sua área e complicou a vida dos são-paulinos.

Aos 31, o time da casa ampliou - novamente num contra-ataque. Alex Ferreira invadiu a área e bateu cruzado. Rhodolfo tentou o corte, mas mandou para trás, enganando Denis.

Após ficar com a desvantagem maior no placar, o São Paulo começou a dar mais trabalho para o Ituano. E justamente quando mudou a forma de jogar. A individualidade deu lugar ao jogo coletivo. Trocando passes,o Tricolor apresentou uma grande melhora.

Na saída para o intervalo, Fabrício deixou claro que não estava ajudando:

- Eu, particularmente, estou muito mal, estou passando vergonha - reconheceu o volante.

Leão muda, e São Paulo vira


No retorno do intervalo, Leão tentou dar mais qualidade para o meio de campo do São Paulo. Jadson, que cadencia mais a bola e tem como característica o passe, entrou no lugar de Fabrício. Com isso, Cícero foi recuado para ajudar Denílson à frente da zaga. Dessa forma, a correria diminuiu um pouco.

Melhor na partida, o São Paulo conseguiu diminuir aos 11 minutos. Jadson cobrou escanteio na cabeça de Rhodolfo, que mandou para as redes, se redimindo do gol contra que havia marcado no primeiro tempo.

Depois do gol, a torcida do Tricolor passou a empurrar o time, que adiantou a linha defensiva. Com o apoio dos torcedores, a equipe da capital conseguiu o empate aos 14 minutos. Novamente com Rhodolfo, que marcou outro de cabeça.

Depois de sofrer o empate, o Ituano recuou e deu mais campo para o São Paulo jogar. A virada saiu aos 21 minutos. Lucas recebeu pela esquerda, carregou e soltou a bomba. Roberto tentou em vão impedir o golaço do jovem jogador.

Atrás no placar, Roberto Fonseca tentou mudar a cara do Ituano. O time do interior jogou o tempo todo no contra-ataque, mas teve de alterar a forma de atuar. Davi Ceará entrou no lugar de Alemão. A mudança, porém, não surtiu efeito. E não deu nem tempo. Willian José, de fora da área, ampliou o placar para o São Paulo: 4 a 2, aos 30 minutos.

Já com o resultado garantido, o São Paulo relaxou e deu um pouco mais de espaço para o Ituano. Agora jogando no contra-ataque, o Tricolor deu trabalho com Lucas, mas não conseguiu ampliar ainda mais o placar. Que virada do Tricolor! Parece que Leão estava certo e o time abriu o mês de abril voando.

Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade