BRASIL X ARGENTINA: 89 OU 90?

por Alex Maia
04/072019 


FALA GALERINHA! TUDO BELEZA??

Semifinal de respeito. Dois gigantes do futebol mundial frente a frente para decidir a vaga na final do torneio.
O que nos espera? 
Brasil x Argentina da Copa América de 89: 2 x 0 e show de Romário e Bebeto 
Brasil x Argentina da Copa do Mundo de 90: 1 x 0 e Maradona e Cannigia destruindo um sonho.

Vamos ver o que esse jogo nos proporciona e que o melhor siga para a final. Mas... que o melhor sejamos nós!





fonte: blog.jovempan.uol.com.br

A Seleção volta ao palco do 7 x 1 para apagar um pouco a amarga derrota. O Mineirão mais uma vez acolhe o Brasil e a torcida empurra a Seleção para cima dos Argentinos.




fonte: maquinadoesporte.uol.com.br








fonte: blogeugeniofreitas.blogspot.com
A Seleção entrou em campo com a mesma equipe que enfrentou o Paraguai, com a volta de Casemiro após cumprir suspensão e a entrada de Alex Sandro no lugar de Filipe Luís com dores musculares.
Richarlison refeito da cachumba volta a ser opção.







 


 Logicamente, diferente do Paraguai, a Argentina joga pra cima. Porém, não são tão descuidados de sua defesa. Jogam no esquema 4-3-3 onde a linha média conta com 3 volantes e na defesa um zagueiro jogando na lateral direita.

fonte: esporte.uol.com.br
A torcida lota o Mineirão e faz uma linda festa desde o Hino Nacional. 










O Brasil começa a partida pressionando a Argentina na sua intermediária dificultando que o adversário fique com a bola. Quando recupera toca e movimenta bastante a bola, principalmente pelo lado direito onde Dani Alves consegue boas triangulações com Arthur e Gabriel Jesus.
A Argentina sem a bola também marca muito forte sem dar espaços. Muito compactada entre defesa e meio deixa Messi livre para criar. Porém. o Brasil fecha bem o craque Argentino sempre com Casemiro e mais um quando pega a bola.
Até os 11 minutos somente toques de bola de ambas as equipes até que Paredes arrisca um chute forte de fora da área passando longe do gol brasileiro.

Aos 18 minutos Coutinho tenta uma jogada na frente da área Argentina. A bola espirra e sobra para Dani Alves. Ele dá um lindo lençol no primeiro zagueiro, dribla o segundo com uma linda puxadinha e toca de lado olhando para o outro. A bola chega até Firmino na direita que de primeira, acha Gabriel Jesus dentro da área, na marca da pequena área. O atacante bate de primeira e abre o placar para o Brasil. Lindo gol brasileiro com a marca da Seleção do Professor Tite. Posse de bola e técnica para desequilibrar. A inversão entre Firmino e Jesus deixou a zaga da Argentina perdida e Jesus ficou livre dentro da área.

fonte: esportes.r7.com
Com o gol do Brasil, a Argentina passa a se soltar e buscar mais o gol. Messi, até então sumido da partida, chama o jogo para si. Aos 29 minutos uma falta cobrada por Messi acha Aguero na área. Ele sobe e cabeceia no travessão. A bola quica fora da linha de gol. Argentina começa a ter mais posse de bola.
O Brasil jogando mais pelo lado direito não cria muitas oportunidades de Cebolinha aparecer, e, quando a bola chega ele está bem marcado. Jogo muito apagado do Cebola.
A partida segue pegada, bem disputada e o Brasil controla bem até o fim da primeira etapa. Argentina por sua vez, faz sua melhor partida na Copa.

fonte: oglobo.globo.com
Com o Presidente na torcida o Brasil faz uma boa partida. 

A sua presença foi muita criticada pela AFA, que fez uma reclamação perante a Conmebol.









No intervalo Tite percebe que Cebolinha não vem bem e troca ele por William. Parece que Cebola sentiu o peso do Clássico.
O segundo tempo começa e a Argentina pressiona o Brasil criando 2 oportunidades e chutando a gol nos primeiros 5 minutos. Sem perigo para Alison.
Aos 10 minutos, Gabriel Jesus que passou a jogar pela esquerda, faz boa jogada e acha Coutinho dentro da área. Infelizmente Coutinho pega mal na bola e manda por cima do gol, de frente para o goleiro.
A Argentina volta a pressionar e Messi acerta a trave pela segunda vez. No rebote ele chuta cruzado, para fora.
Lesionado, Marquinhos deixa a partida para a entrada do experiente Miranda.

 
fonte: noangulo.com.br
Messi cobra uma falta no ângulo e Alison voa e encaixa sem soltar. Linda defesa do goleiro brasileiro.








fonte: msn.com
Argentina pressiona ainda mais, até que em um lindo contra-ataque, Gabriel Jesus dribla 3 adversários e rola para Firmino sozinho empurrar para as redes. Faz e me abraça.
Golaço do Brasil e 2 x 0 na conta.
O gol aos 25 minutos deixou a equipe brasileira mais tranquila na partida. 





 A Argentina não se entregou e foi para cima do Brasil. O jogo ficou truncado e o Brasil passou a se defender. Para melhorar a marcação e por Jesus estar cansado, Tite troca-o por Allan.
No final da partida William sente a coxa e Tite o coloca fixo como atacante, recuando Firmino. O Brasil já havia realizado as 3 substituições e para não ficar com um jogador a menos William passou a ficar isolado na frente. Porém, logo após, a Argentina parece ter entregue os pontos e o Brasil passou a tocar a bola e fazer a festa da torcida que entoava gritos de Olé e Eliminado!

fonte: gazetaesportiva.com
Fim do jogo. Festa brasileira e mais uma vez a seleção Argentina sofre sem títulos.
São 10 anos do melhor jogador do mundo pós-Pelé, desperdiçados pela AFA e sua Corja política.
A Argentina agoniza de bom futebol enquanto seus comandantes desfrutam o dinheiro e o poder.







O Brasil fez uma partida taticamente perfeita. Jogou pelo lado direito, onde Dani Alves deu uma verdadeira aula de futebol. Com isso a Argentina se prendia toda no lado oposto ao que estava Messi. Quando retomava a bola, Casemiro já estava em cima do craque Argentino e até que a bola chegasse nele, o Brasil já tinha voltado todo e a cobertura estava montada. Após o primeiro gol passou a se fechar na defesa e soube "sofrer" a pressão adversária até que conseguiu seu segundo gol, praticamente fechando a partida. Atacou e defendeu quando tinha que fazer. Contra-atacou poucas vezes mas o suficiente para matar o jogo. 
Dani Alves e Gabriel Jesus foram os melhores em campo. Enquanto isso, Coutinho novamente ficou isolado e perdido entre as linhas adversárias. Quando voltou para buscar o jogo, ajudou na armação em conjunto com Arthur. Cebolinha parece mesmo ter sentido o peso da partida e quase não tocou na bola durante toda a primeira etapa. 
fonte: diariodegoias.com.br
Tite novamente mostra que o seu esquema de posse de bola, pressão alta e recomposição defensiva forte está dando resultado. Mas até quando?? Será que com seleções mais fortes teremos a mesma sorte? Não sabemos. Mas o futebol é feito de resultados e o Brasil e seu comandante estarão no grande final. Tite pela primeira vez irá comandar a Seleção no maior palco do futebol: o MARACANÃ.






Será contra o Chile bicampeão da América ou contra a zebra peruana??


Deu a zebra. Peru vence o Chile por 3 x 0 em jogo que todos esperavam que o Chile fosse se impor e pressionar. O que se viu foi o Peru marcando no campo do Chile e sem deixar brechas na sua defesa. Conseguiu criar 2 oportunidades antes de abrir o placar. E mesmo após o gol, não ficou preso somente na defesa. Buscou jogar e não deixou o Chile nada a vontade. Conseguiu o segundo gol ainda no primeiro tempo dando mais tranquilidade para a segunda etapa. Voltou marcando forte e buscando os contra-ataques. Perdeu boas chances de ampliar até que no fim da partida, Guerrero, o artilheiro da Copa e maior artilheiro peruano de todos os tempos, sacramentou a vitória.
O Peru não é mais o mesmo do 5x0. Joga de acordo com o adversário. Foi assim com o Uruguai, quando ficou na defesa e buscou os contra-ataques. Foi assim contra o Chile, pressionando e buscando marcar gols. Formas diferentes de jogar de acordo com o adversário. Não será fácil para o Brasil bater o Peru como foi na primeira fase. Tem que jogar bem e saber jogar como o adversário se apresentar na partida.
O Brasil terá que ser o Brasil. Mostrar quem joga em casa, quem tem o melhor futebol do planeta, quem é penta campeão mundial. Enfim, tem que colocar o Peru no seu devido lugar (sem trocadilhos). Tem que se impor durante a partida e sufocar o adversário no seu campo desde o começo do jogo. A defesa do Peru não é das melhores. Já demonstrou a sua fragilidade durante a competição. E mesmo quando não foi vazada, como nas duas partidas anteriores, foi salva pelo goleiro.
Paciência do time, paciência da torcida, paciência e inteligência do nosso treinador para poder motivar, estruturar e modificar a Seleção de acordo com o jogo. Esses serão os pontos-chave para a vitória brasileira na grande final.

Que venha o Peru. Estamos preparados e vamos para cima.



BRASIIIIIIIIL!!!
fonte: istockphoto.com

BRASIL X ARGENTINA: 89 OU 90? BRASIL X ARGENTINA: 89 OU 90? Reviewed by SUPERMAIA CARTOLEIRO on quinta-feira, julho 04, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Home - #3 Adsence